terça-feira, 27 de janeiro de 2015

O cantor Belo provou que sempre dá para ficar melhor (?)

Antes de tudo quero dizer que o texto acima não é meu (a interrogação sim). O texto é do site EGO sempre atualizando você a cerca dos assuntos mais importantes do mundo dos artistas e subcelebridades. Dado os créditos pela zoação vejam a bela dentição do Belo: 

A diferença é gritante como todas as transformações do cantor ao longo da sua história. Ahh... e gritante aqui entendam como quiser....
Belo bem antes

Belo antes

Belo numa situação constrangedora e desnecessária (para ele) que ninguém lembra mais, principalmente os que criticaram o apelo do governo brasileiro para que a Indonésia não fuzilasse o traficante em terras estrangeiras, por que, segundo eles traficante tem é que morrer (, mas qual?)

Belos dreads do Belo (Só que não). 

Ops... Esse não é o Belo, tem um rosto diferente e ele não tem tantos músculos, como alguém confundiria? Próxima...


O Belo feliz mostrando os dentes novos e provando que: 
Quem nasceu para lagartixa nunca chega a jacaré


E pra terminar a galera dos comentários representando: 

sábado, 24 de janeiro de 2015

Esse povo chato que odeia qualquer coisa...

A quase uma semana do debutante BBB o que mais se ver na rede são as velhas postagens a cerca do suposto ódio à inutilidade do programa. Por esta e outras razões prefiro me preservar do desgaste que é este assunto. Os haters declarados são o assunto (das razões do ódio me abstenho). É que os bbbodiadores são só uma parcela da nova população mundial que sente a necessidade de odiar alguma coisa ou ter uma opinião contrária a cerca de qualquer assunto, coisa como a carne que o Roberto Carlos ou a Angélica comeram em suas respectivas propagandas.
A verdade é que a suposta capacidade crítica dessas pessoas é impressionante, porém questionável. Sim, questionável. Ora, enquanto o país afunda em questões muito mais sérias e relevantes, dignas de grandes discussões e debates on-line os idiotizados estão sendo CHATOS interpretando a sua maneira qualquer palavra ou gesto dos famosos em torno do mundo ou as expressões empregadas nos discursos pop do Papa pop, esse debate até seria relevante se a intenção não fosse apenas manipular o que foi dito. Até mesmo as carnes consumidas em público pelos famosos vegetarianos seriam assuntos de bons debates, se estivéssemos falando de pessoas um pouco menos bobificadas. O que as bobifica? Não sei. O BBB não é, pois eles não assistem. Talvez as poucas idas à livraria, a Saraiva não recebe mais visitas nos meses em que o programa está no ar (segundo a própria livraria) isso eu também não sei. Talvez simplesmente a cobrança de postar alguma coisa, qualquer coisa, só para aparecer atualizado no feed de quem não está nem aí para as suas postagens, pois está tão preocupado em postar qualquer coisa quanto qualquer outro no restaurante, no trânsito, na escola, entre amigos, na igreja etc. Sim, o pior é que ninguém tem mais propriedade do que fala, simplesmente fala, e ai quando questionados ficam surdos de tanta "convicção", ninguém ouve ninguém pois estão sempre certos, mas isto é assunto para outra hora, afinal tem gente matando por causa disto.

Prove que você não foi bobificado pelos smartphonemaníacos e comente com palavras realmente relevante. Questione ...
PS.: Questionar não é sinônimo de discordar puramente. 

Enquanto isso no Ocioso...